O software que mandou pessoas para a prisão injustamente

Quando um bug faz mais estragos do que se pode imaginar

Sempre que analiso friamente um software eu penso naquela frase clássica (e triste):

“Se construtores(as) de edifícios construíssem seus prédios como os programadores(as) escrevem seus programas, o primeiro pica-pau que viesse poderia destruir uma civilização”

A história absurda da vez envolve um software chamado de “Horizon”, que é utilizado há 20 anos pelo UK Post Office.
O UK Post Office é mais do que um “Correios”:

O Post Office tem mais de 11.500 agências em todo o Reino Unido. 99,7% da população vive a até 5 km de uma agência dos correios e 93% vive a menos de 2 km. Junto com um negócio online significativo, somos a maior rede de varejo no Reino Unido, com mais agências do que todos os bancos e sociedades de construção juntos.

Os serviços do Post Office incluem serviços financeiros, seguros, empréstimos, crédito, entre outras coisas.

Com o contexto dado, podemos ir para a história.
Em resumo, funcionários dos Correios do Reino Unido lidam com um software que tinha uma falha tensa: bugs que faziam parecer que os funcionários roubaram dezenas de milhares de libras esterlinas.
Isso fez com que algumas pessoas fossem condenados por crimes, e até mesmo mandadas para a prisão, porque o Post Office insistia obstinadamente que o software era confiável.
Depois de décadas de luta, 39 pessoas estão finalmente tendo suas condenações anuladas, depois do que é supostamente o maior erro judiciário que o Reino Unido já viu.

O software foi desenvolvido pela empresa japonesa Fujitsu, e suas informações foram usadas para processar 736 funcionários entre 2000 e 2014, alguns dos quais acabaram indo para a prisão.
Bugs no sistema faziam com que o software reportasse que faltava dinheiro em contas sob o controle de funcionários.
Alguns funcionários chegaram a tentar cobrir a falta de dinheiro reportada usando seu próprio dinheiro.

De acordo com a BBC, uma mulher, que jurou ser inocente, foi enviada para a prisão por roubo enquanto estava grávida. Um homem morreu supostamente por suicídio depois que o sistema mostrou que ele havia perdido quase £ 100.000.

A BBC produziu uma série incrível em forma de podcast onde o escândalo é detalhado por Nick Wallis em sua investigação de mais de uma década.
Nick também escreveu um livro sobre o caso.

Isso nos faz pensar naquele teste unitário que deixamos de fazer na última, não é mesmo?

Saiba mais

Matéria original no The Verge: https://www.theverge.com/2021/4/23/22399721/uk-post-office-software-bug-criminal-convictions-overturned
Série em áudio na BCC: https://www.bbc.co.uk/programmes/m000jf7j
Livro The Great Post Office Scandal: https://bathpublishing.com/products/the-great-post-office-scandal-first
Perfil de Nick Wallis no Twitter: https://twitter.com/nickwallis